Confira o que acontece nos primeiros capítulos de Abismo de Paixão

Abismo da Paixão
Abismo de Paixão

Estreia na segunda (28), nas tardes do SBT, a novela mexicana, inédita no Brasil, Abismo de Paixão. A trama substitui a novela Teresa, às 16h45. Confira o que acontece nos primeiros capítulos.

Capítulo 01, segunda-feira, 28 de março

Elisa, Damião e Gael são três crianças que se amam como irmãos. Eles não aceitam outra pessoa em seu círculo de amizade, e por isso excluem Paloma. Os garotos ainda fazem maldades contra ela, pois a consideram a neta da bruxa do povoado. Elisa diz a Damião e Gael que Paloma pode os acusar a sua avó, que os transformaria em sapos. Almerinda, mãe de Damião, é uma mulher dura, que não está de acordo que seu filho tenha amizade com Gael e Elisa. Estefânia, mãe de Elisa, é uma mulher bonita e boa, ela decide que, para melhorar relações com Almerinda, vai preparar um jantar em sua casa para ela e Rogério. Carmen, irmã de Estefânia, finge ama-la, mas na realidade é uma grande invejosa, e deseja ter tudo que pertence a irmã. O Padre Guadalupe é o tutor de Gael, e tenta convencê-lo a não ir à casa de Elisa, porque o jantar é somente para adultos. Almerinda está furiosa, pois proibiu Damião de ir ao jantar, mas Rogério acabou a desautorizando perante o garoto. Augusto agradece a Carmen por ter ficado para jantar com eles ainda que Rogério não a agrade. Carmen trama contra a irmã, insinuando que ela apenas se vestiu elegantemente para ficar bem perante os Arango. Augusto pergunta a Almerinda porque ela odeia tanto Estefânia, Almerinda tenta negar, mas acaba dizendo que não suporta Estefânia porque ela e seu marido se entendem as suas costas. Almerinda finge sentir se mal para não ficar para jantar, Estefânia a diz que caso coma algo, certamente se sentirá melhor. O padre Guadalupe repreende Gael por ter fugido de casa para ir atrás de Elisa. Gael chorando diz que se tivesse pais, eles o deixariam sair. Rogério recrimina Almerinda por ter feito uma grosseria no jantar oferecido por Estefânia, ela, histérica, responde que certamente a ele encantou o jantar, e foi apenas para desfrutar da presença de Estefânia, ela ainda grita para que o marido aceite que tem um caso com Estefânia. Augusto, diante do “veneno” de Carmen, questiona a esposa se ela realmente o ama, ela responde que sim. Augusto diz a Carmen que Almerinda contou que Estefânia e Rogério são amantes, ele completa dizendo que não acreditou nessa intriga, mas isso o irritou. Almerinda zangada, diz ao Padre Guadalupe que seu casamento vai de mal a pior. Rogério e Carmen se encontram, e se beijam, apaixonadamente.


Capítulo 02, terça-feira, 29 de março

Rogério diz a Carmen que estava morrendo de vontade de vê-la e a recrimina, por, na noite anterior, ter se portado mal com ele, e que chegou a pensar que era verdade que ela não o suportava. Carmen responde que tinha que manter as aparências em frente a Estefânia, seu cunhado e Almerinda. Carmen diz a Rogério que Almerinda disse a Augusto que Estefânia e ele são amantes. Rogério responde que vai calar Almerinda porque não gosta que julguem mal Estefânia. Lucio e Ramiro trabalham na processadora, e não entram em acordo quanto a uma viagem, Lucio, que é a mão direita de Rogério, diz que a caminhonete não está em condições de viajar, Ramiro, brincando, diz que cedo ou tarde os jovens substituirão os velhos. Lucio diz a Ramiro que por haver ordenado a Bráulio que fizesse a viagem com a caminhonete em más condições, o mesmo acabou sofrendo um acidente. Damião diz a Ramona, a bruxa, que precisa de dois amuletos para que duas pessoas se amem muito, ela o entrega dois colares e o diz que eles são infalíveis. Almerinda diz a Augusto que foi falar com Estefânia para se desculpar com ela, por ter arruinado o jantar que ela os ofereceu, mais ela não estava em casa, e por coincidência Rogério também estava “desaparecido”. Damião vê seu pai sair de uma casa, e logo depois Carmen também sai do mesmo lugar, o menino pergunta a Carmen o que ela fazia com seu pai, ela diz que o pequeno apenas se confundiu, e o homem que estava com ela não era Rogério. Estefânia se surpreende com a agressividade de Augusto. Elisa surpreende Carmen colocando o perfume de sua mãe. Carmen chega ao escritório de Rogério e lhe tapa os olhos, mas se engana, pois na verdade quem estava no escritório era o Padre Guadalupe, ao se dar conta do engano, Carmen sai correndo.

Capítulo 03, quarta-feira, 30 de março

O padre Guadalupe diz a Rogério que só ele ainda não se deu conta que sua relação com Almerinda está cada vez pior, e o garante que ele a está enganando com outra mulher, Rogério responde que tudo isso é invenção da cabeça doentia de Almerinda, o padre então responde que pensava o mesmo até que uma mulher o confundiu com ele em seu escritório, ele diz ter reconhecido o perfume, Rogério o pergunta então quem era essa mulher, e o padre o responde que prefere manter o nome em sigilo, pois como não a viu, pode pecar se falar sem tem certeza. Augusto pede a Estefânia que o perdoe por ter duvidado dela, e promete jamais voltar a fazê-lo, ele a diz amar demais, e que morreria se a perdesse. Rogério se surpreende quando Damião o diz tê-lo visto sair de uma casa azul, afastada do centro, mas que por fim Carmen o disse que na verdade não era Rogério. Carmen recrimina furiosamente Rogério por haver a deixado plantada, ele a diz que saiu para montar com seu filho. Carmen propõe que eles fujam, Rogério diz que não pode abandonar sua família, e as terras que são de sua família a muitas gerações. Carmen então o pede que a esqueça para sempre. Rogério se desculpa com Augusto pela calunia que Almerinda inventou de Estefânia, ele ainda o diz que sua relação com a esposa já terminou, pois está apaixonado por outra mulher. Estefânia reclama com Almerinda por esta estar sujando sua reputação sem que ela deva, e fala que se Rogério a engana, não é com ela, e sim com outra mulher, ela ainda pede uma retratação imediata, pois os erros dos pais afetam muito os filhos, e ela deseja preservar Elisa. Cínica, Carmen confessa ao Padre Guadalupe que Rogério e ela são amantes, que não o ama, e só está com ele por seu dinheiro, e por ser ele o único homem do povoado capaz de dar lhe tudo que ela merece. Carmen também diz ao Padre que quem ama com loucura é seu cunhado.

Capítulo 04, quinta-feira, 31 de março

O Padre Lupe diz a Carmen que ela está louca, ela responde que está louca sim, mas de raiva por viver perto do homem que ama e saber que ele está casado com sua irmã, e que jamais perdoará Estefânia por ter roubado dela o homem de sua vida, Augusto. O padre responde que Estefânia não a roubou nada, pois Augusto sempre foi apaixonado por ela, Carmen o adverte que se Augusto não ficar com ela, não medirá esforços, nem poupará ninguém, e irá conquistá-lo. Estefânia diz a Augusto que ele precisa falar com Almerinda, pois os boatos que ela espalha podem chegar aos ouvidos das crianças, e isso faria mal a elas. Almerinda volta a jogar na cara de Rogério que ele tem uma amante, e o diz que teria valido mais se estivesse se casado com um “João Ninguém” do que com ele, pois o “João Ninguém” a valorizaria. Rogério furioso responde que ainda é tempo de remediar as coisas. Rogério reclama com Carmen por ela estar paquerando outro homem em um bar, ela responde que é solteira e não tem que dar conta de nada á ninguém. Rogério diz a Carmen que aceita fugir com ela, e que ela espere apenas duas semanas para ele arrumar tudo, e assim eles fogem. Estefânia surpreende Carmen e Rogério aos beijos e reclama com a irmã por estar tendo uma relação com um homem casado, e ainda permitir que ela fique com a fama de estar acabando com um casamento, finaliza dizendo que Augusto terá que saber do ocorrido. Carmen, hipócrita, diz a irmã que ela e Rogério só estavam se despedindo e a jura que essa relação já chegou ao fim, ela suplica para que Estefânia não diga nada á Augusto. Carmen procura Rogério e o diz que eles precisam fugir o mais rápido possível, pois sua irmã já sabe que são amantes e logo todos saberão. Rogério diz a Carmen que eles deveriam enfrentar Almerinda e Augusto. Carmen, hipócrita, diz não ter forças para isso, e não deseja enfrentar ninguém para viver esse amor. Estefânia está a ponto de dizer tudo á Augusto, mas Carmen astuta a interrompe, e os diz que irá embora do povoado nos próximos dias. Carmen põe novamente o perfume de Estefânia para ir atrás de Rogério em seu escritório, Almerinda chega e Carmen se esconde. Almerinda furiosa diz a Rogério que seu escritório cheira a perfume de mulher, e certamente esse é o perfume de sua amante.

Capítulo 05, sexta-feira, 01 de abril

Almerinda furiosa diz a Rogério que revele quem é sua amante, Rogério responde que quer o divórcio, e que não existe nenhuma outra mulher em sua vida, já que uma basta, e já faz de sua vida um inferno. Almerinda o diz que jamais o dará o divórcio para que ele se vá com sua amante, Estefânia. Rogério responde que não é Estefânia a mulher que lhe interessa. Carmen sai do esconderijo e diz a Rogério que não vale a pena brigar com sua esposa, pois ela é uma mulher louca, ele a pede que tenha suas malas prontas, pois eles fugirão no dia seguinte. Rogério diz a Lucio que vai assinar uma representação para que em sua ausência, ele se encarregue da processadora. Estefânia se surpreende ao ver Carmen arrumando suas malas, ela diz a irmã que vai embora porque já não pode mais ficar próxima a Rogério. Almerinda sofre um desmaio, o Doutor a diz que foi apenas uma baixa de pressão, e logo estará bem, mais que precisa tentar ser menos ansiosa. Rogério diz a Augusto que tem razão quando o diz que não pode colocar em risco a estabilidade de sua família, e ocorra o que ocorrer, que ele nunca duvide de sua amizade. Carmen diz a Augusto que vai o confessar algo antes de ir embora para sempre, ela o confessa que sempre o amou, e isso bem antes dele estar com sua irmã, e o beija. Elisa entra e surpreende o beijo, Augusto tenta convence-la para que não diga nada a sua mãe, pois esse beijo foi algo totalmente sem importância. Carmen, hipócrita, pergunta a Augusto se conseguiu convencer Elisa a não dizer nada á Estefânia. Augusto pede que Carmen mantenha se distante dele no tempo que ainda estiver em sua casa. Carmen se enfurece quando Rogério a diz que precisam esperar uns dias mais para fugir, porque Almerinda adoeceu e ele não pode deixá-la assim. Elisa diz a sua mãe que sua tia Carmen não a agrada, e deseja que ela vá embora. Carmen insiste á Augusto que o ama, e se ele pedisse, ela ficaria junto a ele e não viajaria mais, ele responde que ama sua esposa e isso não mudará jamais. Carmen adverte o que um dia ele se dará conta que Estefânia não é melhor que ela, e irá se arrepender de tê-la humilhado com sua rejeição. Almerinda descobre que Rogério vai viajar e de imediato procura Augusto para dizer lhe que seu marido e Estefânia vão fugir juntos, e eles precisam impedi-los.