A Usurpadora
A Usurpadora (Divulgação)

Resumo dos Capítulos 86 a 90 de A Usurpadora, que serão exibidos de 37 a 31 de julho pelo SBT.

Capítulo 86, segunda-feira, 27 de julho

Paola chega dando ordens e desafiando a todos. Lalinha avisa dona Piedade que Paola quer falar com ela, e o encontro entre as duas é marcado por uma violenta discussão. Viviana e sua madrinha, Abgail, preparam tudo para seu casamento com Leandro. Osvaldo conversa com Dr. Edmundo e descobre que ele ainda está apaixonado por Paulina e que não desistirá da idéia de se casar com ela. Estephanie vai até a fábrica e exige de Rodrigo sua parte na herança. Carlos Daniel conversa com o filho e conta que de agora em diante ele vai morar com “sua mãe” num hotel, mas o menino fica triste ao saber que seu pai não vai morar junto com eles. Paola declara guerra à família e se diverte ao ver a indignação de todos. Adelina se revolta ao ouvir Paola pedindo a Lizete que convença seu pai a nunca se separar dela. Dona Piedade discute seriamente com Paola ao perceber que ela está colocando a menina contra eles. Leandro e Viviana se casam. Carlinhos e Paulina já estão no hotel onde vão viver e o menino fica feliz ao ver seus pais se beijarem. Carlos Daniel volta para casa e é recebido por Paola.


Capítulo 87, terça-feira, 28 de julho

No encontro com Carlos Daniel, Paola se insinua na tentativa de reconquistá-lo, mas ele a despreza e não consegue perdoá-la por tudo que fez. Leandro e Viviana se casam e vão morar no interior. Willy decide pleitear o cargo ocupado por Leandro e Estephanie se preocupa, pois sabe que seus irmãos não o querem na fábrica. No entanto, Willy não tem intenção nenhuma de trabalhar, O que ele quer é ganhar novamente a confiança da mulher e assim poder tomar conta do dinheiro dela. Leda telefona para Paola e as duas combinam um encontro. Willy consegue reverter a situação e, mais uma vez, convence Estephanie a lhe dar uma procuração para que ele a represente na fábrica. Adelina previne Estephanie de que sua atitude vai provocar muitos problemas e conta a ela que durante o julgamento Carlos Daniel descobriu que Willy e Paola foram amantes. Paola e Leda decidem se unir para destruir Paulina e a família Bracho.

Capítulo 88, quarta-feira, 29 de julho

A guerra está declarada entre Paola , Leda e Vovó Piedade. Carlos Daniel está furioso, pois por uma determinação judicial terá que aceitar a presença de Willy na fábrica. Mas apesar de saber que terá que “engolir” o cunhado, ao ficar frente à frente com ele a revolta fala mais alto e Carlos Daniel agride Willy. Na mansão o clima continua tenso. Leda faz jogo duplo, mas dona Piedade não acredita na pose de boa menina. Paola diz a Leda que quer se divertir e pede a ela que a leve até a fábrica. Dona Piedade avisa Rodrigo, que junto de Paulina faz de tudo para que Carlos Daniel e Paola não se encontrem. Mas é inevitável. Paola chega para provocar e começa dizendo que quer trabalhar na fábrica. Estephanie está convencida de que Willy mudou e quer lhe dar uma nova chance, mas Adelina tenta abrir os olhos da filha e afirma que ele só quer o seu dinheiro. Paola deixa Rodrigo fora de si ao insistir na ideia de trabalhar na fábrica, exigindo que ele lhe dê um cargo. Paulina, que ainda não acredita que a irmã seja má, tenta convencê-la a mudar sua maneira de agir, mas é em vão. Enquanto Paola procura Willy, Leda se aproveita da fragilidade de Carlos Daniel e tenta convencê-lo a mandar Carlinhos para um internato com o argumento de livrar Paulina dessa responsabilidade para que ela possa viver sua própria vida.

Capítulo 89, quinta-feira, 30 de julho

Paola discute com Paulina e diz que, se Carlos Daniel insistir em pedir o divórcio, fará de tudo para jogá-lo nos braços de Leda, pois prefere isso a vê-los juntos. Elvira, a enfermeira, observa atônita a reação de Paola ao ver Leda e Carlos Daniel juntos. Enquanto isso, Dr. Edmundo procura Paulina e se declara. Dona Piedade vai até a casa de Estephanie e aconselha a neta a não confiar tão cegamente em Willy, pois ele vai acabar com todo seu dinheiro, mas Estephanie acredita no arrependimento do marido. Willy ouve uma conversa entre Vovó Piedade e Adelina e descobre que Estephanie é sua filha. Paulina aceita o convite do Dr. Edmundo, mas vai com Carlinhos. Durante o jantar, o advogado diz a Paulina que não vai desistir dela. Carlos Daniel, mais uma vez, acredita em Leda e depois de pensar em tudo que ela lhe disse decide dar um novo rumo à sua vida.

Capítulo 90, sexta-feira, 31 de julho

Ao chegar a fábrica comunica ao irmão que vai mandar Carlinhos para um colégio interno, e pede a Paulina que se afaste de sua família. Carlos Daniel conversa francamente com Paulina e diz que não é justo que ela se sacrifique pelos Bracho e que deve estar livre para viver sua vida. Paulina concorda com ele e diz que sairá do país, a não ser que sua irmã precise dela. Apesar de apaixonados, Carlos Daniel e Paulina sabem que é um amor impossível e decidem que tentarão refazer suas vidas, longe um do outro. Enquanto isso, na mansão, Dr. Cabanhas procura Paola para que ela assine o pedido divórcio, mas ela se recusa. Mais tarde, Paola conversa com Carlos Daniel e faz uma série de exigências, as quais ele se nega a aceitar. Paulina janta com Dr. Edmundo. Na mansão dos Bracho o jantar transcorre em clima de guerra. Paola, ao perceber que Leda continua assediando seu marido, faz um escândalo. Ela chama Leda de traidora e garante que nem ela nem Paulina ficarão com Carlos Daniel.