Confira o que acontece em Carrossel de 22 a 26 de junho

Carrossel

Resumo dos Capítulos 71 a 75 de Carrossel, que serão exibidos de 22 a 26 de junho pelo SBT.

Capítulo 71, segunda-feira, 22 de junho

Na casa abandonada, os garotos brincam com um sapo de brinquedo. Eles planejam assustar as meninas na sala de aula. Paulo fala mal de Maria Joaquina e Cirilo parte para cima dele. Valéria recebe um mensagem de Davi, que conta que Paulo vai soltar um sapo de brinquedo na sala. Valéria combina com Alícia de avisar a diretora Olívia. Alícia sugere que as duas consigam um sapo de verdade para assustar os meninos. Jaime e Mário desafiam Paulo a entrar no quarto secreto da casa abandonada. Maria Joaquina e Joana vão tomar sorvete, um homem as segue. Na escola, Maria Joaquina diz a Laura que as gordas não fazem falta. Helena repreende a patricinha. Cirilo encontra o mendigo Bituca na rua e o agradece. Mário pergunta a Paulo se ele está com o sapo de brinquedo. Daniel tenta persuadir Paulo a não assustar as meninas. Davi vai até Valéria e pede para ela não contar a ninguém sobre o sapo. Valéria conta que a única menina que sabe é Alícia. Alícia está com o sapo de verdade guardado em seu armário, ela mesma o caçou. Por pouco, a menina não é flagrada pela diretora Olívia, que pergunta o que ela está fazendo fora da sala. Olívia pede para Alícia dizer a Helena que precisa conversar com ela. Em reunião com Helena e Suzana, Olívia afirma que vai começar os preparativos para a excursão ao parque estadual. Paulo solta o sapo de brinquedo na sala, as meninas sobem nas carteiras em desespero. Valéria desmaia, Davi tenta reanimá-la. Na diretoria, Olívia ouve a gritaria dos alunos do terceiro ano. Helena, Olívia e Suzana chegam à sala. Helena tenta conter os alunos e pede para as meninas descerem das cadeiras. Olívia brada a Helena e aos alunos que o projeto de excursão para o parque estadual foi cancelado por indisciplina dos alunos. Suzana envenena Olívia contra Helena. Carmen diz a Helena que Valéria está desmaiada. Helena tenta acordar Valéria. Jaime brinca que Davi vai ficar viúvo antes de casar. Davi chega da sala e conta aos meninos que Valéria sofreu um ataque do coração e vai ficar ao lado dela nos últimos momentos. Cirilo culpa Paulo. Davi retorna da sala e revela aos meninos que Valéria morreu.


Capítulo 72, terça-feira, 23 de junho

Helena passa um pouco de água gelada em Valéria e ela acorda rapidamente. Valéria confessa à professora que fingiu para assustar os meninos. Cirilo brada aos garotos que todos serão presos por matar uma amiga. Alícia troca o sapo de brinquedo de Paulo por um de verdade. Helena comenta com os alunos que é estranho aparecer tantos animais na sala de aula. O sinal do recreio toca, Mário pede para Paulo levar o sapo para o pátio. Durante o recreio, Valéria pede para as meninas observarem a reação dos meninos, pois será muito divertida. Paulo pega o sapo da caixa e ao sentir que é de verdade o solta no pátio. Os meninos começam a gritar e sobem nos bancos do pátio. Na sala de aula, Cirilo fala da casa abandonada a Helena, ele diz que é mal assombrada. Os meninos pedem para Cirilo calar a boca. Helena afirma ao garoto que fantasmas não existem. O homem que seguia Maria Joaquina entra na casa abandonada onde os garotos se encontram. Ele conversa com um amigo. Os dois planejam entrar na casa de Maria Joaquina. Misteriosos, eles dizem que está tudo planejado, sabem toda a rotina da família Medsen. É final de semana e os alunos vão à biblioteca da Escola Mundial para pesquisar histórias sobre assombrações, pois vão fazer uma expedição à casa abandonada. Em meio às prateleiras, eles encontram dois livros do século XIX, que falam sobre fantasmas. Paulo e Mário estão de vigia no pátio da escola. Olívia chega à escola. Mário vai avisar Firmino que a diretora está no pátio. Firmino tenta distraí-la. Paulo vai à biblioteca e conta aos alunos que a diretora Olívia está na escola. Todos ficam desesperados e se escondem como pode. Eles decidem se reunir na casa de Jaime para conversar sobre a casa abandonada. Jonas, irmão de Jaime, começa a contar histórias assustadoras sobre assombrações. Valéria e Davi vão à casa de Firmino no domingo. Valéria pergunta a ele sobre a história da casa abandonada, pois estão fazendo uma pesquisa. Firmino revela que um casal de idosos morava lá, mas morreram em uma viagem que fizeram à Europa, desde então a casa está abandonada. Em reunião na casa de Maria Joaquina, as garotas discutem sobre os mistérios da casa abandonada. Valéria afirma às garotas que tem um fantasma na casa abandonada, uma mulher que tira a própria cabeça. Jaime revela aos garotos que ele e Paulo foram à casa abandonada e descobriram uma passagem para os fundos.

Capítulo 73, quarta-feira, 24 de junho

Helena comenta com a mãe que os domingo são tediosos. Cris afirma à filha que é falta de um romance. Helena recebe telefonema da mãe de Maria Joaquina, que a convida para se reunir com as meninas em sua casa. Na casa abandonada, os bandidos comentam que o melhor é fazer que todos acreditem que eles são fantasmas, assim ninguém se aproxima da casa. Eloisa diz a Rafael que está com o pressentimento de que algo horrível está para acontecer. Paula diz a José que ele não devia ter dado permissão para Cirilo entrar na casa abandonada. Os meninos se reunem para expedição à casa abandonada, levam lanternas, comidas e bebidas. Helena chega à casa de Maria Joaquina, Suzana também é convidada. Valéria pergunta a Alícia quem convidou Suzana, a jararacuçu. Alícia revela a Helena que os garotos vão fazer uma expedição na casa abandonada e não as convidaram. Suzana afirma que os meninos fizeram bem em não convidá-las. Helena comenta que não tem mais limites para atividades de meninos e meninas, todos podem brincar de tudo. Os bandidos conseguem um carro para assaltar a casa de Maria Joaquina, o carro é rosa pink. Os bandidos observam Joana, a empregada da família Medsen, pelas ruas. Propositalmente, um dos bandidos dá uma trombada em Joana e rouba a chave da casa da família Medsen. Os garotos começam a expedição à casa abandonada, decidem começar pelos fundos. Cirilo vê um esqueleto humano no solo se mexer e grita por socorro. Os meninos começam a ouvir alguém cantando uma música, são os ladrões Dedinho e Lobinho que estão dentro da casa. Está prestes a cair um temporal, os alunos decidem abandonar a expedição.

Capítulo 74, quinta-feira, 25 de junho

Enciumada, Valéria conta à mãe que os meninos estão fazendo uma expedição e Davi não ligou para ela. Ao dormir, Jaime sonha que entra na casa abandonada e um fantasma lhe dá uma bandeja de hambúrgueres. Na escola, Daniel conta a Helena que a expedição não deu certo. Cirilo conta à professora que viu um corpo. Jaime afirma que Cirilo está delirando. Clara se queixa de dor de cabeça a Joana, até cai na sala. Miguel chega às pressas e diz que vai levá-la a um neurologista. Lobinho e Dedinho, os ladrões, estão à frente da mansão da família Medsen. Eles observam Joana e Maria Joaquina, que saíram para ir a uma loja. Oportunistas, os ladrões invadem a mansão. Atrapalhados, os bandidos começam a roubar os objetos valiosos da casa. No meio do caminho, Joana lembra que esqueceu a carteira, ela e Maria Joaquina retornam à mansão para pegá-la. Joana e Maria Joaquina observam um carro rosa choque na frente da mansão. Ao entrar em casa, Maria Joaquina dá de cara com os bandidos. A patricinha os enfrenta e ameaça chamar a polícia. A menina dá ordem para que os ladrões devolvam os objetos. Lobinho e Dedinho saem da mansão às pressas, entram no carro e fogem. Maria Joaquina segue os bandidos de bicicleta. Joana, que estava em busca da carteira, não deu conta do que aconteceu e passa a chamar Maria Joaquina, que não aparece. A empregada entra em desespero. Maria Joaquina os segue, e para a sua surpresa, os ladrões entram na casa abandonada. A menina está disposta a recuperar os objetos. A patricinha entra na casa e os enfrenta novamente, ela pega os objetos e avisa que vai chamar a polícia. Jaime, Valéria, Cirilo e Alícia decidem ir à casa de Maria Joaquina. Joana telefona para a polícia e conta aos garotos que a menina sumiu. Jaime afirma que a Patrulha Salvadora entrará em ação. Joana anda pela sala da mansão e sente a falta de alguns objetos valiosos. No hospital, o médico diz a Miguel que Clara está com uma crise de enxaqueca. Lobinho e Dedinho amarram Maria Joaquina numa cadeira. Ela diz que os dois irão se arrepender e começa a gritar por socorro. Jaime reúne os alunos para colocar em prática um plano para salvar Maria Joaquina. Miguel e Clara chegam em casa e dão de cara com dois policias, ficam sem entender o que está acontecendo. Joana revela aos dois que Maria Joaquina sumiu. Helena recebe a notícia e vai à casa de Miguel e Clara consolá-los. Maria Joaquina brada aos bandidos que seu pai vai colocá-los na cadeia.

Capítulo 75, sexta-feira, 26 de junho

Miguel conversa com os policiais sobre as pistas do sequestro de Maria Joaquina. Joana entra na sala e revela que perdeu a chave da casa no dia anterior. Miguel fica bravo com Joana. Os policiais chegam a conclusão que os bandidos usaram a chave perdida para entrar na casa, roubar joias e sequestrar Maria Joaquina. Jaime reúne os meninos em sua casa para discutir um plano para ajudar Maria Joaquina. Valéria é impedida por sua mãe de sair de casa sozinha e decide convocar uma reunião com suas amigas para falar sobre a Maria Joaquina. Na casa de Jaime, Paulo sugere que continuem a expedição pela casa abandonada. Cirilo fica irritado com a sugestão e diz: “Enquanto a Maria Joaquina não aparecer, eu proíbo todos vocês de se divertirem”. Os meninos concordam com Cirilo e começam a arquitetar um plano para ajudar a amiga desaparecida. No cativeiro, a dupla Lobinho e Dedinho contabiliza as joias que roubaram de Clara. Amarrada em uma cadeira, Maria Joaquina diz que a polícia está atrás deles pelo crime de assalto e sequestro. Os bandidos, que a princípio não planejaram sequestro algum, dizem que ela foi até o local por conta própria. Intrigados com o que Maria Joaquina disse, a dupla decide tirar proveito da situação e pedir resgate para o pai da menina. Jaime revela para os meninos que teve uma ideia para ajudar Maria Joaquina. Na casa da família Medsen, professora Helena consola Clara. Lobinho e Dedinho tentam descobrir o número do telefone de Miguel, mas Maria Joaquina se nega a passar. Enquanto isso, na casa de Valéria, Alícia interrompe o papo das meninas para compartilhar a informação que os meninos montaram um plano para ajudar Maria Joaquina. Os garotos visitam Miguel para contar que tiveram a ideia de usar o Rabito para localizar Maria Joaquina. Eles pedem uma peça de roupa da amiga para que o mascote fareje o trajeto dela. Educado, Miguel, agradece, mas diz que aquilo não faz sentido. Os meninos ficam tristes. Joana oferece uma peça de roupa de Maria Joaquina com a condição de que eles não contem nada para Miguel. Rabito sente o cheiro dos pertences de Maria Joaquina e sai correndo. Os meninos seguem o mascote e descobrem que a amiga está na temida casa abandonada, lugar que acreditam estar repleto de fantasmas. Mesmo com medo, decidem que irão entrar na casa, mas antes vão atrás de armaduras para enfrentar possíveis fantasmas. No cativeiro, Maria Joaquina reclama sozinha: “Eu sabia que não havia fantasmas na casa abandonada, apenas dois bandidos tontos”.