BBB 16 | Adélia é eliminada em confronto com Ronan e Munik

adelia-munik-e-ronan-estao-no-sexto-paredao-do-bbb16

Adélia foi eliminada no sexto paredão, o segundo triplo do BBB 16, realizado nesta terça-feira (8). A advogada enfrentou Ronan e Munik e levou a pior, sendo a mais votada em todas as regiões do Brasil para deixar a competição. Seus adversários de paredão permanecem na casa e na disputa pelo R$ 1,5 milhão.

Este foi o terceiro paredão a ser contabilizado a nível regional e foram computados 73.352.639 votos.

Adélia de Jesus Soares, de 36 anos, é advogada, mora em Suzano, São Paulo. Ela é mãe de um adolescente de 17 anos, mas pretende casar e ter mais filhos ainda este ano. Por conta de sua aparência, a advogada foi muito julgada pelos colegas de confinamento. Ela contou que participa de grupos eróticos e falou muito sobre sexo durante o tempo em que ficou confinada.


A sister também chamou a atenção do público pela quantidade de procedimentos estéticos e cirurgias plásticas pelos quais já foi submetida. A participante já enfrentou dois cânceres e afirmou que se curou com uma cirurgia espiritual.

No BBB 16, foi muito próxima de Tamiel e principalmente de Juliana e Renan, tendo, inclusive, tentado juntar o casal. Com a saída de Ju, Adélia ficou muito abalada e chegou a pensar em desistir de continuar no programa. Com o tempo, ela se aproximou de Cacau, atuando como sua principal conselheira. Seus principais desafetos na casa foram Ronan e, a jornalista Ana Paula. A rixa entre as duas se acentuou com o tempo até sair do controle durante uma festa, resultando na expulsão da mineira. O principal objetivo de Adélia no jogo era conquistar o maior número de prêmios em dinheiro para tentar se livrar das dívidas que possui fora da casa, incluindo R$ 33 mil em multas.