Vencedor do BBB 15, Cézar Lima conta que sofreu censura no programa

Cézar Lima no Pânico

O ex BBB Cézar Lima revelou no Pânico, da Jovem Pan, o que acontecia quando ele tentava se comunicar com o público ao se sentir um pouco sozinho por não estar nos ‘grupinhos’ da casa… “Eles viravam as câmera para baixo!”

Cézar disse que ele não entrou no BBB com apelo sexual por não se achar bonito, então, ele resolveu apostar em outras características que ele julga forte em si mesmo, como a comunicação. “As pessoas repeliram mesmo! ‘Esse cara falando com as câmeras, não vou dar ibope para ele!’ (…) Quando você não entra no jogo, no grupinho, é assim. Não me senti rejeitado mas via que as pessoas nao me achavam útil, porque eu não ia dar os votos que queriam, aí não participava das rodinhas de conversas na frente das câmeras, que servem para elevar o ego de um ou outro (…) Quando eu queria me comunicar com o povo, os caras viravam a câmera para baixo! E eu queria só passar uma mensagem positiva pra eles, agradecer por estarem comigo!”

Como ele tentou por dez anos entrar no Big Brother Brasil e só no 11º foi chamado, Cézar contou no Pânico que aproveitou esse tempo fora da casa para entender qual o público que ele queria atingir. “Foquei muito no publico do sofá! No período de dez anos pra entrar no Big Brother fiz estatísticas de quem é o público que vota e vi que o que predomina é o público que não entrou ainda muito na era digital. É a senhorinha aposentada que à tarde assiste o pay per view e convence a família para votar, faz corrente de oração. Esse é o público mais comprometido com você.”


Depois de ficada no fim do ano, Tamiris deu fora em Cézar. Fizeram o Paparazzo juntos e depois ele convidou Tamiris para ir a Santa Catarina, no final do ano. “Aí ela foi, mas depois o trem não engrenou mais. Ela disse que não quer seguir em frente então está nesse enrosco aí. Ela é uma menina bacana, gente fina demais! Eu acredito fortemente que é por causa da distância.”

Globo pagou salário mínimo e mais bônus aos participantes. Cézar foi o campeão da última edição e levou a bolada de R$ 1,5 milhão. Ele revelou no Pânico que ao entrar no programa os participantes ganham um salário mínimo e um bônus a cada semana que permanecem na casa. “Um salário mínimo e mais 500 a cada semana que fica.”