Lewis Hamilton e Charles Leclerc: disputa entre os pilotos na Fórmula 1 animou Globo (Divulgação/Getty Images)
Lewis Hamilton e Charles Leclerc, os principais pilotos da Fórmula 1 atualmente: F1 já faz Globo faturar quase R$ 500 milhões em 2020 (Divulgação/Getty Images)

Encerrada no último domingo (1), com uma vitória do campeão Lewis Hamilton no Grande Prêmio de Abu Dhabi, a Fórmula 1 fechou a temporada de 2019 com bons motivos para a Globo comemorar. Neste ano, a Fórmula 1 marcou a melhor audiência por temporada em oito anos para a categoria contando apenas os índices da TV aberta.

Segundo os números do Painel Nacional de Televisão (PNT), que equivale a média nacional de audiência, as transmissões na Globo alcançaram 98,3 milhões de pessoas ao longo de toda a temporada. Na média bruta de audiência, os números foram bons.

A Globo fechou com 9 pontos de audiência de média nacional, o melhor índice medido em oito anos e um crescimento bem considerável de 13% em relação a 2018. A corrida que registrou o melhor índice foi o GP do Brasil, no dia 17 de novembro, com 12 pontos de média.

Em 2020, será o último ano de contrato de transmissão da Fórmula 1 com a Globo. A emissora já conversa sua renovação. Para o ano que vem, a emissora carioca já renovou parcerias publicitárias com cinco empresas, garantindo um faturamento bruto de quase R$ 500 milhões.

Vale lembrar que as transmissões da Fórmula 1 irão ter um nome grande: Reginaldo Leme. O comentarista, que estava na Globo desde 1977, deixou a emissora na última semana após 42 anos. A saída surpreendeu a todos os fãs da principal categoria do automobilismo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube