JC Semenzato, Camila Farani, João Appolinário, Cris Arcangeli e Caito Maia no Shark Tank Brasil (Divulgação / Sony Channel)
JC Semenzato, Camila Farani, João Appolinário, Cris Arcangeli e Caito Maia no Shark Tank Brasil (Divulgação / Sony Channel)

Um dos realities pioneiros de empreendedorismo no Brasil segue ampliando e consolidando a sua audiência: a quarta temporada de Shark Tank Brasil foi a de maior audiência do reality no Sony Channel, um aumento de 37% em relação ao terceiro ano. O crescimento também aconteceu dentro do tanque: o valor total das negociações feitas pelos sharks no programa tiveram um aumento de 140%.

Com a consolidação do Shark Tank Brasil como uma das principais vitrines do entretenimento de negócios no país, os empreendedores que participam do programa estão cada vez mais preparados para seus pitches, o que influencia não só no tamanho dos aportes, mas na quantidade de negócios fechados. Dos 68 pitches exibidos ao longo dos 17 episódios da quarta temporada, 46 fecharam negócio durante o programa – 43% a mais que na terceira temporada.

Além da criatividade dos empreendedores e da seleção cada vez mais afiada dos Sharks, o crescimento de Shark Tank Brasil nesta edição também se deve às inovações no formato e ao aumento da presença em redes sociais do show. A quarta temporada foi encerrada com um episódio especial gravado diante de uma plateia – o primeiro na história do formato – que apresentou dois empreendedores inéditos, mais um que já havia passado pelo tanque, não levou investimento, e foi escolhido pela audiência através de votação para ganhar uma nova chance diante dos sharks.

Já as redes sociais oficiais do programa, inauguradas na terceira temporada para divulgar material além do que vai ao ar no Sony Channel, apresentaram um crescimento massivo de 90%, e houve um aumento de 112% no tráfego do site oficial.

‘Tubarões’ da web

Os pitches selecionados para o YouTube do Shark Tank Brasil somaram 700 mil visualizações na terceira temporada e já passaram de 5 milhões na quarta. A campanha no Facebook impactou 25 milhões de usuários; no Instagram, chegou a mais de 17,5 milhões, gerando juntos um engajamento de mais de 7 milhões. O apresentador Erick Krominski também conduziu lives pelo Twitter antes da exibição dos episódios inéditos na TV, aquecimento que alcançou mais de 500 mil pessoas.

A premiada franquia é baseada no reality Dragons ‘Den, criado pela Nippon TV no Japão e distribuída ao redor do mundo pela Sony Pictures Television. O programa oferece a empreendedores a oportunidade de lançar suas ideias de negócios para grandes investidores, conhecidos como “Tubarões”, na esperança de conseguir fundos de investimento. Dragons ‘Den foi adaptado com êxito e já cativou audiências em mais de 35 territórios em todo o mundo.

Shark Tank Brasil é uma coprodução entre a Floresta Produções e o Sony Channel. Ao longo das quatro temporadas, foram produzidos e apresentados 248 pitches de empreendedores em 62 episódios.

Últimos vídeos do Canal no YouTube