Destilando Amor foi exbida em 2007 no SBT (Divulgação)
Destilando Amor foi exbida em 2007 no SBT (Divulgação)

Não é só no Brasil que as novelas ‘das antigas’, outrora grandes sucessos na TV aberta, alcançam resultados pra lá de expressivos em audiência quando reprisadas no circuito fechado. Que o diga Destilando Amor, versão mexicana produzida em 2007 pela Televisa para o folhetim colombiano Café com Aroma de Mulher (1994).

Em reprise desde junho do ano passado, a trama levou o canal TLNovelas – espécie de Viva do México, que reprisa para toda América Latina as produções de maior êxito da Televisa – à liderança na TV paga mexicana durante os seus quase nove meses de exibição, concluídos em março. A informação é do portal NaTelinha.

Dados da Ibope Nielsen México estimam que mais de 7 milhões de telespectadores tenham sido impactados por essa reexibição do folhetim, que também repercutiu muito nas redes sociais. Só no Facebook, foram mais de 2,5 milhões de interações a respeito da história de Gaivota (Angélica Rivera) e Rodrigo (Eduardo Yáñez).

Vale lembrar que, no Brasil, Destilando Amor seguiu uma trajetória bem diferente. Ela foi exibida durante apenas quatro semanas pelo SBT, e depois tirada bruscamente do ar. O motivo? Sua baixíssima audiência, com médias em torno dos 2 pontos.

O mesmo não se pode dizer da obra original, Café com Aroma de Mulher. Estrelada por Margarita Rosa de Francisco e pelo brasileiro Guy Ecker, a história criada por Fernando Gaitán (Betty, a Feia) bombou em sua primeira exibição por aqui, em 2001, e garantiu outras duas entregas posteriores, em 2006 e em 2014.

Últimos vídeos do Canal no YouTube