Gabriela (Camila Morgado) em Malhação: Vidas Brasileiras
Gabriela (Camila Morgado) em Malhação: Vidas Brasileiras

Se tem alguém que não vai sentir falta de Malhação: Vidas Brasileiras, é a própria Globo. A última temporada da atração teen saiu do ar ontem (segunda-feira, 15) e acumulou, ao longo de 13 meses de exibição, irrisórios 16,2 pontos de média geral.

Isso significa que a história da professora Gabriela (Camila Morgado) derrubou em 20,6% a audiência herdada da temporada anterior, o sucesso Viva a Diferença, que encerrou seu ciclo no programa com a excelente média geral de 20,4 pontos. Trata-se, além disso, da média geral mais baixa da atração desde Malhação: Sonhos (2015), que acumulou 15,9.

Vidas Brasileiras ficou ainda abaixo das temporadas Pro Dia Nascer Feliz (18,6) e Seu Lugar no Mundo (18,6), Malhação 2010 (19), Malhação ID (19) e Malhação 2009 (21). Por outro lado, superou as recentes Malhação: Casa Cheia (14,1), Malhação Conectados (15,9) e Malhação 2012 (14,8).

Conforme já informado pelo Observatório da Televisão, a recém-encerrada trama de Malhação marcou apenas 18,7 pontos em seu capítulo derradeiro. Foi também a pior marca de fim de temporada do programa desde a fase Sonhos, a qual havia se despedido com 18 pontos.

Últimos vídeos do Canal no YouTube