Xuxa Record Dancing
Xuxa (Divulgação/Record)

No ar há oito semanas, a terceira temporada do Dancing Brasil, apresentado por Xuxa Meneghel na Record, não consegue emplacar na audiência, mesmo estando num dia mais acessível.

Neste ano, a emissora paulista colocou o reality de dança nas noites de quarta-feira, acreditando que ele seria uma opção acessível para quem não gosta de futebol.

Veja mais: Em três dias, Record muda a programação três vezes

Em sua estreia, no dia 17 de janeiro, isso até aconteceu: foram 8,1 pontos de média na Grande São Paulo, um crescimento em relação aos índices que fechava em suas duas primeiras temporadas.

O problema foi o pós. Segundo levantamento feito pelo Observatório da Televisão, apenas entre 4 e 5, o programa fechou sem derrubar os índices da semana anterior.

Desde a estreia, a queda é visível. Nesta quarta-feira (7), por exemplo, a atração fechou com seu recorde negativo e fechou com apenas 5,8 pontos de média na principal metrópole do Brasil.

Ou seja, a queda foi de 28,4% desde a estreia. Isso é quase uma perda de três em cada dez telespectadores que assistiram o primeiro episódio, cansaram e não acompanham mais o programa.

Nesta temporada, o programa tem média de 6,6 pontos em São Paulo até o momento. É um bom número, acima das duas temporadas, que fechavam com 5 pontos. Mas a tendência de queda preocupa.

O Dancing Brasil 3 vai ao ar toda quarta, às 22h30, logo depois do Jornal da Record.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui