Prestes a sair da Band, Pânico ainda é a maior audiência nacional da emissora

Emílio Surita é o apresentador do Pânico na Band
Emílio Surita é o apresentador do Pânico na Band (Divulgação/Band)

Há um mês de deixar de ser exibido pela Band, já que terá sua última temporada mostrada pelo canal neste ano de 2017, o Pânico continua na ponta da emissora do Morumbi quando se trata de Ibope em todo o Brasil.

Segundo dados divulgados pelo Kantar Ibope, na semana passada, entre 6 e 11 de novembro, o Pânico foi a maior audiência da Band, com média no PNT (Painel Nacional de Televisão) de 4,3 pontos.

Veja mais: “São várias famílias que dependem do Pânico”, diz Ceará ao lamentar fim do programa


Completam o cinco programas de maior audiência nacionalmente o MasterChef Profissionais (3,9 pontos), Jornal da Band (3,7 pontos) e as sessões de filmes Top Cine (3,7 pontos) e Cine Band (2,7 pontos).

Em São Paulo, o humorístico comandado por Emílio Surita foi a terceira maior audiência, perdendo apenas para o MasterChef Profissionais e o Jornal da Band, que marcam 5,2 pontos – o Pânico obteve 4,8 pontos.

Entre as quinze metrópoles que compõem o PNT do Ibope, e fazem a média nacional, o Pânico é líder em praticamente metade – sete regiões. São elas: Belém, Campinas, Brasília, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre e Vitória

O Pânico na Band vai terminar por conta da crise de audiência do programa. Mesmo sendo o maior Ibope nacional da Band e um sucesso nas redes e no YouTube, o canal alega custos altos, faturamento baixo e Ibope abaixo do esperado.

O Pânico deve ficar no ar até dia 17 de dezembro. Band e Jovem Pan, dona da marca Pânico, ainda estão negociando a rescisão contratual. O vínculo entre as duas ia até 2019.