SBT e Record encerram 2016 dividindo a segunda colocação no mercado nacional

SBT e Record fizeram cobertura do impeachment de Dilma Rousseff
SBT e Record (Reprodução)

SBT e Record fecharam 2016 dividindo a segunda colocação no Painel Nacional de Televisão (PNT).

A emissora de Silvio Santos encerrou o ano na faixa das 24 horas no com 5,48 pontos de média e conquistou o segundo lugar no ranking geral das audiências pelo terceiro ano consecutivo, empatando tecnicamente com a Record no período: na mesma faixa horária (24 horas) e período (jan/dez – 2016), a concorrente somou 5,05 de média no PNT.

Além da vice-liderança em todo o País, o SBT registrou a melhor média anual nas 24 horas desde 2006, quando encerrou o ano com 5,83 pontos de média.


Os dois canais dividiram a vice também na média/manhã, das 6h às 12h: o SBT marcou 4,07 pontos de média de janeiro a dezembro no PNT. Foi o melhor desempenho desde 2011, quando registrou 4,30. A Record alcançou 3,75 pontos de média.

Na faixa vespertina, das 12h às 18h, o SBT empatou com a emissora concorrente – 6,6 pontos a 6,7 (Record). Foi o melhor índice do SBT no horário desde 2006, quando marcou 7,67 de média.

No horário nobre, das 18h às 24h, a emissora de Silvio Santos também empatou com a Record e consolidou o segundo lugar no PNT com 8,41 pontos de média. Foi o melhor índice anual para essa faixa horária desde 2005, quando encerrou o período com 10,19. A rede de Edir Macedo marcou 8,37 de média na mesma faixa horária.

O SBT levou a melhor na madrugada e fechou em segundo lugar isolado no PNT ao longo de 2016. Das 24h às 6h, o canal registrou 2,81 pontos de média. Esse foi o melhor desempenho desde 2011, quando registrou média de 2,94.

A Record, com programas religiosos, fechou essa faixa horária com apenas 1,41 de média.

CRESCIMENTO NO PNT

O SBT foi a emissora que mais cresceu no comparativo da média de 2015 com 2016: 10%. Saltou de 4,99 na média das 24 horas de 2015 para 5,48 em 2016.

A Globo cresceu 8% no mesmo período analisado. Marcou 12,35 em 2015 e subiu para 13,34 em 2016.

A Record foi a terceira em crescimento de um ano para outro: 7,6%. Encerrou 2015 no PNT com 4,69 de média e fechou 2016 com 5,05 de média.

No entanto, quando se leva em consideração a faixa entre 7h e meia-noite, a Record teve alta de 9%, com 6,6 pontos de média contra os mesmos 6,6 do SBT (empate). Além disso, marcou o melhor índice no mês de dezembro nesta faixa: também 6,6 pontos na média-dia contra 6 pontos de média do SBT. Esta audiência significa um crescimento de 12% com relação a dezembro de 2015.

Ainda a respeito de dezembro, na faixa nobre, das 18h à meia-noite, a Record TV marcou média de 8,6 pontos de média contra 7,8 pontos de média do SBT. No comparativo com o mesmo mês de 2015, a Record TV cresceu 17%.

Durante a faixa da tarde, das 12h às 18h, em dezembro, a Record TV marcou 6,5 de média contra 5,6 do SBT, que ficou na terceira colocação.