No lugar de Britto Jr., Roberto Justus encara sua ida para A Fazenda como o maior desafio da carreira. O motivo? Justus irá apresentar o programa ao vivo três vezes por semana. “O único programa ao vivo que eu fiz em toda minha carreira foram as finais de O Aprendiz, e acho que eu segurei muito bem, mas nunca fiz um programa com uma demanda semanal às terças, quartas e quintas”, disse.

Ainda sem data de estreia confirmada pela emissora, o empresário afirma que a largada acontece no dia 23 de setembro, ao vivo, diretamente de Itu, São Paulo. Essa é a primeira vez em oito edições que os participantes serão conhecidos em uma quarta-feira.

Enquanto o reality não começa, o Roberto Justus tem aproveitado para fazer um workshop e assistir as edições passadas de A Fazenda, tudo a pedido do diretor Rodrigo Carelli. Um piloto do programa está previsto para acontecer em setembro semanas antes da estreia. “Será para testar as estruturas, vão colocar pessoas comuns na Fazenda para ficarem cinco ou seis dias e experimentar aquilo que os outros [os participantes] vão viver três meses e meio. Eu também vou ter contato com a própria Fazenda”, declarou.


Em entrevista à coluna de Leo Dias, no jornal O Dia, Roberto Justus esclarece os rumores de que estaria comandando o programa para alavancar o número de anunciantes do reality. “Isso me incomoda porque a emissora não exigiu em nenhum momento. Eu te falaria. Obviamente que, quando estou em um programa, eu ajudo”, contou.

A oportunidade surgiu a partir de um telefonema de Marcelo Silva, que revelou admirar o trabalho do ex-Aprendiz. “Ele me convidou oficialmente e disse que a emissora queria dar um renovada. É um confinamento, como eu fiz em O Aprendiz Celebridades, como uma diferença: também tem provas, mas o apresentador não decide nada”, revela.